quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

10 anos sem Cássia Eller



Em 29 de dezembro de 2001, ouvia-se o anúncio de morte da cantora Cássia Eller, vítima de um infarto do miocárdio após quatro paradas cardíacas. Há exatos 10 anos, interrompia-se a trajetória de uma das mais singulares intérpretes da música brasileira. A roqueira estava no auge de sua carreira após um ano de intensa produtividade.

Cássia era dotada de uma timidez desconcertante, quando conversava, e ao mesmo tempo, de uma rebeldia juvenil, quando subia aos palcos. Sua presença de palco era intensa e sua capacidade de se apropriar das músicas que cantava era indiscutível. Cássia compôs apenas três das muitas canções que interpretou. A artista cantava blues, rock, MPB e samba com a mesma maestria; sem criar diferenças ou barreiras entre um gênero musical e outro. Na verdade, em sua voz, tudo era simplesmente boa música.


Chamou a atenção da crítica e do público, em 1990, quando regravou a canção “Por Enquanto”, da banda Legião Urbana:



Durante sua carreira, presenteou os brasileiros com interpretações marcantes de artistas de vários gêneros e épocas, como Cazuza e Barão Vermelho, Caetano Veloso, Chico Buarque, Jimi Hendrix, Rita Lee, Beatles e até Nirvana.

O Brasil perdeu Cássia em um momento de grande visibilidade e intensa produção de sua carreira. Gravou nove álbuns, entre discos de estúdio e apresentações ao vivo. Naquele ano de 2001: tocou no Rock in Rio III em janeiro e gravou o especial “Acústico MTV”, que culminou em uma turnê de 95 shows em apenas sete meses. O CD “Acústico MTV” já superou a marca de um milhão de cópias vendidas.

Cássia nasceu pra fazer diferença, pra mudar um monte de coisas e, se não mudou tanto assim, é porque o mundo dá um passo pra frente e dez pra trás. Mas o passo que ela fez o mundo dar, nos fez vislumbrar muitas coisas fundamentais. Mas quem não quiser ficar pensando nessas coisas meio filosóficas, simplesmente ponha a voz-trovão pra tocar, e no melhor estilo Cássia Eller, apenas exista e sinta essa emoção inexplicável.


DANÇA ANIMADA - THOUGHT OF YOU

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

NATAL NO ABC


O ABC está todo enfeitado para Natal. Algumas fachadas ganharam decoração tão caprichada que tem atraído muitos curiosos em busca de uma boa foto junto aos enfeites. Em Santo André, um dos endereços mais movimentados é o Hospital e Maternidade Beneficência Portuguesa, na avenida Portugal. O estabelecimento cultiva há anos a tradição de esperar, a caráter, a principal festa do Cristianismo.
Este ano o tema é Fábrica do Papai Noel e a expectativa é repetir o sucesso de público do ano passado, quando atraiu cerca de 120 mil visitantes. Entre as atrações, expostas até 8 de janeiro, estão músicas natalinas e chuva de neve artificial, com espuma de sabão infantil, que não irrita os olhos.
Outro que faz história é a Acisa (Associação Comercial e Industrial de Santo André). À noite, a decoração do antigo e charmoso prédio chama a atenção de quem passa pela avenida 15 de Novembro, no centro.
Em Mauá, a Casa no Papai Noel, concorre para ser número um na lista das atrações de Natal do ABC. A casa reúne admiradores há 27 anos e, desta vez, espera receber um milhão de visitantes, quase 40% a mais que o ano passado, conforme o proprietário Ivan Vagner Fernandes. A residência fica na rua Zequinha de Abreu, no bairro Sônia Maria, e está ornamentada com 700 mil lâmpadas. Para enfeitar a casa, Fernandes gastou R$ 750 mil, com ajuda de empresas. A atração é garantida a partir das 20h, até dia 1° de janeiro.
Em São Bernardo, bom endereço é o Paço Municipal. Além da árvore de Natal de 43 metros, com cerca de 600 strobos, 300 estrelas gigantes e 30 mil micro lâmpadas de LED, há o Jardim do Papai Noel e o presépio em tamanho natural. O Jardim fica exposto até dia 8 de janeiro e possui grama sintética, pinheiros e renas. Para garantir o brilho, as árvores foram decoradas com iluminação tradicional e canhões de luzes verdes. Há, ainda, pequena praça de alimentação com barraquinhas pra quem quiser petiscar. O Papai Noel marca presença nesta quinta-feira (22), das 18h às 22h, e sexta-feira (23), das 12h às 18h. (Colaborou Nathália Blanco)
Praças - O Natal de São Caetano está envolvido na campanha Brilha São Caetano, na qual os empresários adotaram praças e trabalharam a iluminação. Os principais locais adotados são Árvore Figueira na entrada da cidade, praça Mauá e avenidas Kennedy e Goiás. Os comerciantes também incentivaram a população a enfeitar as casas, por meio de concurso, portanto vale a pena circular pela cidade.
Outra atração em São Caetano é o Balé das Águas, no Chafariz da praça dos Imigrantes, na avenida Kennedy. As apresentações nesta sexta, sábado e domingo, às 21 horas, até o dia 25. Nesta quinta-feira (22), haverá show gratuito de Emílio Santiago, às 20 horas, na sede da Prefeitura, com abertura do coral da Casas Bahia. (NB)
São Paulo - Quem quiser dar uma esticada até São Paulo, a avenida Paulista é um dos melhores roteiros para contemplar as luzes de Natal. Este ano, a quantidade de visitantes foi tão grande no local que a CET proibiu o trânsito de carros. Não é para menos. A praça de Natal, instalada no palco onde será o Show da Virada (entre as ruas Padre João Manuel e Ministro Rocha Azevedo), comporta um Papai Noel com cerca de 7 m de comprimento. A passarela pode ser visitada até o dia 25, das 10h às 22h.
A agência do Banco Bradesco, também na avenida Paulista, resolveu inovar. A decoração é composta por várias árvores com tema Natal Mágico na Floresta Encantada. Está prevista para esta quinta-feira (22), em frente ao edifício, às 19h, a última apresentação do Coral da Fundação Bradesco, comandada pela maestrina Sônia Moraes, 
O prédio do Banco do Brasil é outro ponto turístico. Além da iluminação amarela e azul, os bonecos interagem com o público quando acionados pelo toque. O Parque Tenente Siqueira Campos, o Trianon, não fica atrás: ganhou decoração com milhares de microlâmpadas de LED e as alamedas internas são cobertas com um céu de luz azul.
Saindo da avenida Paulista, a dica é colocar a Zona sul no roteiro. A árvore de Natal de 58 metros de altura no Parque do Ibirapuera conta com mais de 500 lâmpadas e 12 mil metros de mangueiras de LED. A estrutura utiliza materiais reutilizáveis e ficará montada até 6 de janeiro. Podem também ser incluídos no roteiro a árvore de Natal da Represa Guarapiranga, a Ponte Estaiada Octávio Frias de Oliveira, no Brooklin, o Pateo do Colégio e Catedral da Sé, além de residências enfeitadas no Jardim Europa e do Jardim Europa. (NB)
REPÓRTER DIÁRIO

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

CHII

Esta é uma série de animações curtinhas que vai agradar a quem gosta de gatos. Chii no caso é uma gatinha que acaba sendo adotada por uma família após se perder da mãe. O problema é que sua família de adoção mora em um condomínio onde é proibida a presença de animais e isso, aliado à curiosidade infinita da heroína da trama, acaba se revelando uma combinação explosiva. Você consegue encontrar toda a série no site http://www.an-house.net

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

ÉTIENNE-JULES MAREY

Este francês (1830-1904) era mais um inventor do que um artista, tendo se tornado um cronofotógrafo devido ao seu interesse pelo movimento humano. 

Sua grande sacada foi perceber que mantendo o filme fotográfico parado e expondo uma imagem em movimento neste filme ele obteria uma imagem fiel do movimento que estaria sendo realizado. Estava criada então a técnica que ficou conhecida como Cronofotografia. 
Os estudos de Étienne tornaram visíveis alguns movimentos que de outro modo não poderiam ser precisamente observados. Foi ele quem informou, por exemplo, que a sensação que se tem de que o cavalo ao correr em determinado momento ficava com as quatro patas no ar era falso. Também estudou animais e a figura humana percebendo por exemplo que não só o gato cai de pé mas que o cachorro e a galinha conseguem fazer quase o mesmo. 

Os estudos de Marey estrapolaram o campo fotográfico e invadiram o cinema, sendo que ele realizou vários filmes de grande qualidade técnica para época.










terça-feira, 6 de dezembro de 2011

HENRI DE TOULOUSE-LAUTREC

Famoso por pintar a vida boêmia de Paris,Toulouse era versado em pintura e em litografia. Nascido em 1864, viveu uma vida de boêmio vindo a falecer aos 36 anos devido à sífilis e ao alcoolismo depois de um período de declinío que o levou à uma clínica psiquiatrica, depois à paralisia. Morreu nos braços de sua mãe já incapaz de criar em 1901. 

Ambassadeurs: Aristide Bruant, cartaz (1892)

Toulouse ajudou a definir o estilo Art Nouveau ao criar o design para os seus cartazes publicitários. Baixinho, com apenas 1,52 metros, devido a uma doença que era desconhecida na época que o fazia ser um adulto com as pernas curtas de um menino, descendia de uma família aristocrática.  
Moulin Rouge - La Goulue, poster (1891)

Acabou na vida adulta indo morar em um bairro de má fama onde convivia com os trabalhadores, as prostitutas, artistas e pessoas de caráter duvidoso. Frequentava o famoso Moulin Rouge e também outros cabarés vivendo uma vida de libertino. Seus cartazes que  eram expostos nesses ambientes se tornaram famosos e Torlouse retratou várias dançarinas nessa época, como Louise Weber, chamada de a gulosa ou "la goulue".

 Avril , cartaz (1893)


 Baile no Moulin Rouge - 1890 - óleo sobre tela

Tendo sua arte reconhecida e exposta também em algumas exposições em Paris.

 Dizem que teria sido ele o criador do drink chamado Terremoto. Se quiser prová-lo é relativamente simples de ser feito: pegue uma taça de vinho e junte 3 doses de Absinto com 3 doses de conhaque. Acrescente gelo a gosto ou então bata a mistura com o gelo em uma coqueteleira. 
Toulouse faz uma pontinha no filme de Woody Allen, Meia Noite em Paris.

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

GABRIEL RUSSO

Gabriel Queiroz, ou Russo, nasceu em Maringá, mas hoje reside em Barcelona, na Espanha, onde estuda Cinema.
Depois de se formar em Publicidade e Propaganda, percebeu que o curso tinha sido mais útil para fazer amigos e ir a festas: "Trabalhei por cinco anos em agências em São Paulo. Foi aí que comecei a usar softwares e aprendi o que sei hoje de direção de arte e design". 

 Agora, em outro país, ele está se aprofundando em direção cinematográfica e motion.
 SIMPSONS, esta foi uma ação publicitária fantasma - ou seja, que não aconteceu de verdade - que Gabriel criou em 2007 para incrementar seu portfólio publicitário. Com ela, ganhou um Ouro na categoria Outdoor do AdsOfTheWorld.com
 LA ISLA, "Desenvolvi esta peça durante horas de folga na agência em que trabalhava. A inspiração veio da música Theacher Don't Teach Me Nonsense, de Fela Kuti."


Se gostou a obra desse designer você pode ver mais trabalhos em seu site: www.gabrielrus.so

domingo, 4 de dezembro de 2011

CAE UNA GOTICA DE AGUA

Essa é para a criançada. Chama aí o sobrinho, o filho, o vizinho...

sábado, 3 de dezembro de 2011

POESIA & MÚSICA

Olá, estreando novo tipo de postagem buscando encontrar poesias que foram "musicalizadas". Iniciamos aqui com
MONTE CASTELO de RENATO RUSSO

A letra desta música mescla uma passagem bíblica, no original:
1 Coríntios 13
1 Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o sino que tine. 
2 E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda a fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria. 
3 E ainda que distribuísse toda a minha fortuna para sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, e não tivesse amor, nada disso me aproveitaria. 
4  O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece. 
5 Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal; 
6 Não folga com a injustiça, mas folga com a verdade; 
7 Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. 
8 O amor nunca falha; mas havendo profecias, serão aniquiladas; havendo línguas, cessarão; havendo ciência, desaparecerá; 
9 Porque, em parte, conhecemos, e em parte profetizamos; 
10 Mas, quando vier o que é perfeito, então o que o é em parte será aniquilado. 
11 Quando eu era menino, falava como menino, sentia como menino, discorria como menino, mas, logo que cheguei a ser homem, acabei com as coisas de menino. 
12 Porque agora vemos por espelho em enigma, mas então veremos face a face; agora conheço em parte, mas então conhecerei como também sou conhecido. 
13 Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três, mas o maior destes é o amor. 

Com um poema de Luís de Camões:


Amor é um fogo que arde sem se ver, 
é ferida que dói, e não se sente; 
é um contentamento descontente, 
é dor que desatina sem doer.

É um não querer mais que bem querer; 
é um andar solitário entre a gente; 
é nunca contentar se de contente; 
é um cuidar que ganha em se perder.

É querer estar preso por vontade; 
é servir a quem vence, o vencedor; 
é ter com quem nos mata, lealdade.

Mas como causar pode seu favor 
nos corações humanos amizade, 
se tão contrário a si é o mesmo Amor? 

Camões também escreveu o famoso OS LUSÍADAS, sua obra mais conhecida. Essa foto acima é considerada a mais próxima da realidade e ele não tinha um olho mesmo, não foi erro de desenho. O perdeu lutando na África após se alistar tentando fugir de uma desilusão amorosa. 
Renato Russo era o vocalista do famoso Legião Urbana que criou muitas músicas memoráveis que ainda hoje fazem a cabeça da moçada como EDUARDO E MONICA, FAROESTE CABOCLO, ÍNDIOS, TEMPO PERDIDO entre outras. Renato Russo foi mergulhando em músicas cada vez mais existenciais e, por que não dizer, depressivas. Dizia-se na época que ele estava depressivo e vivendo à base dos remédios pois se desconfiava que ele fosse soro positivo apesar de nunca ter assumido ser portador do vírus da AIDS enquanto esteve vivo. 

STRANI AMORI foi seu último videoclip lançado em janeiro de 1996.

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011