quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

EXÉQUIAS E A ÂNFORA DA ÁTICA COM FIGURAS NEGRAS

Exéquias foi um pintor grego de ânforas, ou vasos, e ceramista que trabalhou em Atenas na Antiguidade. Ele usava principalmente a técnica de pintura negra, que floresceu entre 700 a.C. e 530 a.C. As obras de Exéquias são notáveis pela composição marcante, pela limpidez da técnica de desenho e pela caracterização econômica. Onze obras assinadas por Exéquias sobreviveram e cerca de 25 vasos lhe são atribuídos. Uma das obras mais famosas é esta ânfora que retrata Aquiles e Ájax, míticos guerreiros gregos da Guerra de Troia, envolvidos em um jogo de estratégia. Enquanto brincam para ver quem vai ganhar, eles também aguardam o resultado de outro "jogo" estratégico, de dimensões mais amplas - o desfecho da guerra. Exéquias foi um pintor inovador e não existem registros do jogo entre Ájax e Aquiles na literatura grega. O outro lado do vaso apresenta um retrato em família dos "gêmeos" Castor e Pólux e de seus pais, Leda e o rei Tíndaro. Leda era a mãe de Castor e Pólux, mas eles tinham pais diferentes. Zeus, que apareceu para Leda sob a forma de um cisne, era o pai de Pólux. Tindaro, marido de Leda, era o pai de Castor. Os garotos tinham uma irmã famosa, Helena de Tróia. Já foi sugerido que a cena nesta ânfora representa os gêmeos enquanto partiam para resgatar Helena das mãos do rei Teseu, seu primeiro sequestrador. Outras obras de Exéquias também retratam cenas da Guerra de Troia, como Aquiles matando Pentesileia, rainha das amazonas. 

2 comentários:

  1. gostei de mais dessas figuras e deses desenhos e sus figurinos

    ResponderExcluir
  2. Esse tipo de pintura também teve sua padronagem invertida na idade clássica, com a figura sendo negra e o fundo claro.

    ResponderExcluir